PAC habitacional

 PAC pra classe media e .... para os pobres Bolsa Família.

Saudades de Sampa! Ano passado ao findar de seu tempo eu fui junto com outros amigos a São Paulo. A viagem que se chamava técnica para mim teve um outro nome quando me elucidei com a grandiosidade da selva de pedra paulistana.

Como qualquer interiorano, eu, me senti pequeno, perdido e ao mesmo tempo como se tivesse louco – em êxtase. Sampa é linda!! 

Contudo, como se fosse uma lei – o pão com a manteiga só cai virado para “brear” o chão – acordei, vi e vivenciei o choque de imagens causado pelo contraste do Morumbi e as favelas horizontais de Sampa… Sem fim. Chega a ser belo.

Não pude evitar. O trecho de texto acima é para um post sobre Sampa. No entanto lembrei do pacote habitacional do Governo. Pensei por que não juntar?

Para que nos sintamos contextualizados vou lhe explicar. O Governo pretende fazer mais de um milhão de moradias até maio de 2010. O projeto é destinado a famílias que possuem renda até 10 salários mínimos. Estes podem financiar a casa tão sonhada.

Esse PAC habitacional não conta com aqueles que não podem pagar – mesmo as parcelas de 50 reais. Creio que fazer moradia para classe média é importante. Não contesto. Inclusive louvo a oportunidade dada – lembro que FHC se quer preocupou com isso.

Questiono sim a situação desses moradores de favela que não tem condições de pagar se quer os 50 reais. E ai? O que fazer? Como fazer?

Não sei. Há vários caminhos apontados para resolver tal problemática. O primeiro em meu ponto de vista é dar dignidade a quem não tem. Dar dignidade é simplesmente fazer valer seus direitos e deveres. É não excluir.

O caminho começou a ser caminhado e é só colocar um pé a frente do outro. Chegaremos lá!! 

Ritmo louco e sem freios. Adrenalina pura. Sei que meus elogios a capital são clichês, no entanto não vejo e nem tenho palavras em meu conjunto lexical para tanto. É de ficar sem palavras. Principalmente quando lembro de minha cidade e como são iguais as favelas daqui e de lá. Solucionar não só debater e ser demagogo a ponto de dizer: ” é isso ai eu fiz…. É sim por em pratica obras e políticas publicas que ajudem a resolver realmente essa situação.

O segundo passo para mim, depois de dar dignidade é estruturar. Dar condições de fazer valer a constituição. Saneamento, saúde e educação. As favelas não são ruins, o que é ruim é não ser reconhecido como cidadão. É não ser atingido pelas melhorias dadas as demais classes. Por exemplo: em Ipatinga a situação das comunidades da Rua Amazonita e Comunidade Vila da Paz, estão sem solução ate hoje. A briga é política. Quem fizer ganha os votos. 

Creio que é hora de terminar com isso. Educação é a solução. Todas essas mudanças passam por nós nas urnas é só achar quem é honesto. O que é difícil!  

 

Marquione Ban 

 

 

 

Anúncios

3 comentários sobre “PAC habitacional

  1. “Lexical”, tá soando na minha cabeça até agora,rs, queria lembrar dessas palavras quando preciso, mas elas me fogem.
    Ahh, São paulo, esta sim é a cidade maravilhosa. Vamos morar lá, preciso de gente p/ republica, pq pobre da “roça”, desculpe-me quem não gostou, não tem dinheiro p/ morar só em sampa nem debaixo da ponte em um barraco alugado por mendigo.
    enquanto ao Pac Hab…Creio eu que o dialogo já é o inicio e o interesse de uma solução, claro que futura, porque nada é mágico, isso só nos livros de J.K. Rolling. Mas dialogar já demonstra interesse e preocupação do governo pelo povo. Por isso há uma credibilidade neste governo que não se explica mas se aplica e é merecida. Eu votaria no Lula novamente e com louvor.

  2. Devo discordar de uma coisa. Nossas favelas, aqui no Vale do Aço, são como condomínios de luxo se comparadas as favelas de SP. Acredito que todo jornalista, profissional ou estudante, deveria fazer uma espécie de “visita técnica” as favelas do Brasil para ter uma noção melhor do que é realidade. Minha breve experiência em um projeto social mudou meu olhar e minha vida para sempre. Recomendo!!

    Parabéns pelo blog.

    Patty

    • Talvez em nível de estrutura sim. Carência não. Recomendo, quem ainda não conhece, a vusitar a Comunidade da Rua Amazonita no bairro Panorama. Fora Morro do Zé Pedrinho no Bom Jardim. São comunidades realmente carentes e similares às que vi em Sampa. Concerteza a situações piores por lá. Brigadoo!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s